TOPP Magazine nº 03/2011) Noruega > Estamos prontos para a mudança

0 Flares 0 Flares ×
Há 10 anos apenas tocavam para 5 pessoas e fizeram tudo à sua conta. Agora, os Tokio Hotel dão concertos para mais de meio milhão de pessoas e aproximadamente 700 milhões por ano.

“O amor significa tudo. É a vida,” diz Bill Kaulitz. Apesar do efeito que o líder dos Tokio Hotel realiza a um exército de fãs jovens, ele afirma que não tem namorada há muito tempo. O amor não é limitado a relações sérias e raparigas. O amor é tudo à nossa volta. Para mim, isto é o verdadeiro amor, quando encontro fãs, a viajar com os rapazes, e estar de pé sobre um palco à frente de um público impaciente, diz Bill.

Incluindo, existem algumas celebridades que lhe chamaram atenção: “Se pudesse sair com uma celebridade, escolhia imediatamente as gemeas Olsen,” diz Bill.

VAMOS MUDAR DE MÚSICA

TOPP reuniu-se com a banda no seu hotel. Eles tiveram uma reunião em segredo por causa da multidão de raparigas jovens está à espera fora do hotel, e quando as super estrelas aparecem elas gritam e choram de alegria. “Eles ajudaram-me durante uma altura muito complicada”, diz uma rapariga a chorar. Quando falámos nos fãs que estão lá fora, a banda sente-se lisonjeada. Estamos tão contentes dos nossos fãs, e não poderíamos pôr nada contra eles.

Em Dezembro, a banda lançou seu álbum “Best Of”, e estão a gravar o seu novo álbum que estará pronto em Novembro de 2011. A banda trabalhará com produtores diferentes em Berlim e Los Angeles e o processo levará aproximadamente meio ano. Quando lhes perguntámos se eles estão inspirados por artistas que admiram, eles acenaram com as cabeças.

“Apenas ouvimos a nossa própria música quando estamos em tour e quando estamos em estúdio,” diz Bill. Ele é um grande fã de música dos anos 80. – sou fã dos Depeche Mode e David Bowie, mas ouço mais Tokio Hotel antes de entrar em estúdio.

Ainda que se inspirem neles, eles disseram que, desta vez querem mudar o som. – gostamos sempre de vos surpreender, e não aparecer como uma banda previsível, diz Bill. Bill diz que está sempre a mudar, “O meu cabelo, por exemplo. Nós os quatro gostamos de ter os nossos estilos, ajustar com a nossa música no próximo ano”.

“Tenho de convencer o Georg e Gustav a mudarem o seu estilo, mas eles não querem ser “os parvos” e só fazem o que lhes é mais comodo. Perguntei-lhes se queriam pintar o cabelo ou levar camisetas mais coloridas, mas não. Eles não gostam disso, simplesmente. O Tom aceita mais a mudança do que o Georg ou o Gustav. Tenho entre 6 a 8 meses para decidir se vou cortar o cabelo ou não. Iremos ver. Sou aberto a todas as mudanças.”

ODEIO AS BOTAS

O cantor Bill tem um estilo que o difere das outras pessoas, sem dúvida. Ele que tem 21 anos e também tem opiniões fortes acerca da tendências de moda actuais das raparigas. “As botas de borracha são a coisa mais feia que já alguma vez vi. Parece que vais para o trabalho!”

Mas os irmãos Kaulitz têm um prazer com culpa – os filmes românticos com raparigas. “É difícil de acreditar, mas adoro o “The Notebook”,” admite Tom. Bill sente-se sensível com o filme “Conhece Joe Black?”, onde Brad Pitt interpreta o papel principal.

Agora eles estão aqui sentados, a serem questionados a todo o tipo de perguntas diferentes pela imprensa de todo o mundo, isto era impensável para a banda quando se formaram em 2001. Mas não tardaram em serem conhecidos, rapidamente deixaram a escola para se focarem 100% à música.

“Desde logo, foi fantástico sair da escola, mas houve coisas mais difíceis de se deixar,” disse Bill. “Lembro-me do meu 16º aniversário, quis ir a uma festa, mas, em vez disso, tivemos que fazer entrevistas. Isto foi um processo complicado antes de se converter em disciplina para a concentração. Sei que já passei por algumas coisas, mas nunca abdicava o que tenho hoje. “

“Existem alguns dias em que só quero sair e andar pelas ruas ou conduzir por aí no meu carro sem ser reconhecido, mas o quê é que fazia? Bill Kaulitz a trabalhar numa oficina? Acho que tinha um colapso! Sim, só faço o melhor por mim, estar num palco e divertir-me. Fico nervoso quando vejo um espectáculo de prémios na TV e os Tokio Hotel não ganham. Quero estar no topo. É a minha força interior. É o que nos mantém unidos.”

Tradução: CindyK – The Future Just Began

Fonte: X
Nane Kaulitz

13.11 Bolonha, Itália

15.11 Marselha, França

16.11 Nancy, França

18.11 Berlim, Alemanha

__________________________________________
(+) VEJA TODOS OS SHOWS DA TURNÊ