Revista Bunte Ed. 21/2013 (Alemanha) – “O lucrativo negócio com menores de idade milionários!”

0 Flares 0 Flares ×

O lucrativo negócio com menores de idade milionários! 

Bill e Tom Kaulitz se sentem enganados pelos seguros da Allianz, que os convenceu de que os contratos eram razoáveis. Para Sven Marlow, um juiz em Berlim, é uma rotina legal: uma ação judicial contra uma companhia de seguros. “Kaulitz e tantos outros contra os seguros da Allianz”. Foi o que aconteceu na semana passada, foi o quinto caso discutido no Tribunal de Justiça, na sala 124. Por trás dessa declaração oficial escondem-se os conflitos de duas grandes estrelas: Bill e Tom Kaulitz, os gêmeos da banda Tokio Hotel. Eles estão conta a seguradora mais poderosa da Europa, a qual processaram porque se sentem enganados (Processo n º 23 O 273/12).

BUNTE foi ao tribunal – o único ouvinte em uma audiência na qual tratavam da invalidez de um contrato com garotos de 16 anos de idade. Quando Tokio Hotel desembarcou com o álbum de estreia “Scream”, permaneceram por sete anos nas paradas; os bolsos dos irmãos menores de idade estavam cheios de milhões. Sua mãe, Simone, uma costureira independente, queria cuidar bem das despesas e, certamente, do dinheiro de seus filhos, para que eles pudessem viver melhor com ele anos mais tarde. Um corretor de seguros da Allianz elogiou a mãe solteira com um plano de previdência clássico – instalações de primeira classe, como um paraíso fiscal lucrativo e assegurado.
Mas o negócio acabou por ser uma farsa para os jovens milionários: Cada ano eles devem depositar €20.000, sem ter nenhuma opção de troca de contrato, durante 35 anos (prazo do contrato). Apenas depois de um período de 9 anos eles podem herdar um tratado de somente um deles. Para isto, os adolescentes devem receber uma pensão de cerca de €4.800 por mês a partir de seus 60 anos.
Aos 16 anos de idade, é possível fazer com que um pop star tome decisões para a sua futura vida como aposentado? Não, diz o Legislativo – e, portanto, requer transações econômicas de risco com menores de idade, dadas pelo consentimento do Tribunal de Tutela. A assinatura da mãe, como no caso de Kaulitz, não é suficiente.

A Allianz estava ciente de que a empresa não sabia o que havia obtido, comenta a advogada do grupo, Patricia Hamburgo Cronemeyer. Como uma das provas apresentadas ao Tribunal, está uma carta aos irmãos enviada em seu aniversário de 18 anos. Após o parabéns, diz: “A fim de fornecer cobertura de seguro desde o início e de forma rápida e eficiente, seus pais foram omitidos para assinar este contrato. Se eles continuarem a pagar, vamos supor que vocês aprovaram o acordo.”
Supostamente, a Allianz esperava que os jovens pop stars, que agora vivem nos Estados Unidos e atualmente sentam-se com Dieter Bohlen como jurados no “DSDS”, continuassem a pagar. Mas Bill e Tom cresceram e agora estão em dúvida sobre o sentido de seus investimentos. Então, em 2012 eles interromperam a ordem vigente e queixaram-se de terem sido enganados. Eles já pagaram cerca de €240.000 para a empresa e agora estão solicitando o retorno dos mesmos.
Tratados bilaterais eram válidos desde o início, como observa o juiz Marlow em sua primeira decisão – Tomada durante o julgamento dos jovens de 23 anos que estão trabalhando em um estúdio de gravações em Colônia – de que o dinheiro da pensão está a salvo.

Tradução, TokioHotelBR.com 

13.11 Bolonha, Itália

15.11 Marselha, França

16.11 Nancy, França

18.11 Berlim, Alemanha

__________________________________________
(+) VEJA TODOS OS SHOWS DA TURNÊ